CORONAVÍRUS: Entenda mais sobre a doença - Blog - MedMais Consultas e Exames - Juiz de Fora - MG
marque sua consulta

Blog

Mais Saúde

Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2020
CORONAVÍRUS: Entenda mais sobre a doença

O início de 2020 vem sendo marcado pela apreensão com o surto do coronavírus, identificado inicialmente na China, mas que já preocupa o mundo. Porém, o desconhecimento da doença gera preocupação em quem acompanha os noticiários. E a MedMais Consulta separou algumas dicas para explicar o assunto.

Antes de mais nada é importante esclarecer: de acordo com um informe da Sociedade Brasileira de Infectologia, apesar do risco de epidemia global, não há motivos para pânico no momento. O documento acrescenta que o Comitê de Emergência da Organização Mundial da Saúde diz ser cedo para declarar emergência devido ao número limitado de casos e pelas medidas que estão sendo tomadas para evitar que o surto espalhe.

O coronavírus atual é uma variante do coronavírus, até então não identificada em humanos. Os sintomas podem ser casos de infecções de vias aéreas superiores semelhante ao resfriado, até casos graves com pneumonia e insuficiência respiratória aguda, com dificuldade respiratória. Crianças de pouca idade, idosos e pacientes com baixa imunidade podem apresentar manifestações mais graves

Informações sobre o novo vírus ainda são bastante preliminares. A Sociedade Brasileira de Infectologia acrescenta que a transmissão está limitada a grupos familiares e profissionais de saúde que cuidaram de pacientes infectados. Também não há evidências de transmissão de pessoa a pessoa fora da China, o que não significa que não aconteça. Até que se tenha informações mais apuradas sobre transmissão do vírus de pessoa para pessoa, é recomendado o isolamento em casos suspeitos.

O diagnóstico é feito através de exames laboratoriais e não existe um tratamento específico para a doença e nem vacina prórpria. Indica-se repouso e ingestão de líquidos, além de medidas para aliviar os sintomas, como analgésicos e antitérmicos. Nos casos de maior gravidade com pneumonia e insuficiência respiratória, suplemento de oxigênio e mesmo ventilação mecânica podem ser necessários.

Para reduzir os riscos de infecção, recomenda-se:

-> Evitar contato próximo com pessoas com infecções respiratórias agudas;

-> Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente e antes de se alimentar;  Usar lenço descartável para higiene nasal;

-> Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir;

-> Evitar tocar nas mucosas dos olhos;

-> Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

-> Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

-> Manter os ambientes bem ventilados;

-> Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Outras Notícias

Mais Saúde
Obesidade Infantil: pediatra destaca principais impactos na saúde da criança e orienta para a prevenção

Por dentro da MedMais
MedMais Consulta apresenta resultados da participação do Programa Agentes Locais de Inovação (ALI)

Mais Saúde
Você sabe como votar em segurança? Confira as principais mudanças para o dia das eleições